Soja: chuva no Rio Grande do Sul, Rondônia e Maranhão é destaque do fim de semana

1 mês atrás 49 visualizações
LinkedIn

O norte do Rio Grande do Sul pode ter acumulados de até 50 mm de chuva nos próximos dias. O sudeste do Paraná também vai contar com precipitação elevada, assim como o centro e leste de Santa Catarina. Na outra ponta do mapa, a água pode cair com força em Rondônia, Amazonas e Roraima. No Nordeste, chove até 30 mm no norte do Maranhão.

Com o término do vazio sanitário nos principais estados produtores de soja, o Projeto Soja Brasil, que completa dez safras neste ano, voltará a trazer a partir da semana que vem a previsão de chuva focada nas principais áreas produtoras do país. Fique ligado nos próximos dias!

SUL

A frente fria abandona a região Sul, mas a formação de novas áreas de instabilidade provoca pancadas fortes de chuva, fazendo a semana terminar com ventania e até risco de queda de granizo. No fim de semana, os maiores acumulados (acima de 50 mm) estão previstos para o norte do Rio Grande do Sul, centro e leste de Santa Catarina. Alguns pontos do sudeste do Paraná também podem ter elevado índice, mas o restante do estado não deve receber mais do que 5 mm de chuva.

Sul chuva

SUDESTE

Ainda provocando nebulosidade, a frente fria se faz presente em parte do Sudeste, mas a previsão para a próxima semana é de tempo seco. Para sábado e domingo, deve chover no máximo 15 mm na faixa leste de São Paulo, assim como em todo o estado do Rio de Janeiro e sul do Espírito Santo. No sul de Minas Gerais e na zona da mata mineira, a precipitação não deve ultrapassar os 5 mm.

CENTRO-OESTE

Com a frente fria ainda presente no Sudeste, nuvens de chuva também se fazem presente no Centro-Oeste. Até terça-feira, há previsão de até 30 mm no centro e oeste de Mato Grosso e no máximo 5 mm no estado de Mato Grosso do Sul e no sul de Goiás. Para o restante do mês, as chances de chuva na região diminuem consideravelmente, devendo retomar apenas em outubro.

Centro-Oeste chuva

NORTE

As áreas de instabilidade mantém a chuva na região Norte. Nos próximos dias, os maiores acumulados estarão concentrados em Rondônia (onde o vazio sanitário foi encerrado na última quarta-feira, 15), Amazonas e em muitos municípios de Roraima, com chuvas que podem superar os 50 mm. No Pará e no Amapá, a precipitação deve ser de, aproximadamente, 15 mm. No Tocantins, o centro e o sul do estado permanecem secos.

Norte chuva

NORDESTE

No Nordeste, a chuva deve chegar apenas ao longo da faixa leste da região, mas de forma localizada e suave, com no máximo 15 mm acumulados. O destaque fica por conta do norte do Maranhão, com acumulados que podem ultrapassar os 30 mm. Também chove no norte do Ceará e do Piauí.

Nordeste - chuva

Fonte: Canal Rural - Agricultura

Tags: sul norte deve chuva acumulados

Leia a notícia inteira