Presidente da Aprosoja diz que vai trabalhar para garantir preço na comercialização

2 semanas atrás 59 visualizações
LinkedIn

Uma coletiva realizada nesta terça-feira, 20, marcou a transição da nova diretoria da Aprosoja Brasil. O novo presidente da entidade, Antônio Galvan, disse que uma das prioridades da gestão para o próximo triênio será trabalhar para mudar o conceito de qualificação do grão e garantir o preço na comercialização.

“O grão perde aparência, mas não sua qualidade. Apenas baseado na aparência dos grãos, sofremos descontos que podem ser considerados injustos, disse Galvan.

Aprosojas se reúnem antes da posse da nova diretoria Aprosoja: Com subvenção menor, competitividade do agro será prejudicada

Durante a coletiva, que contou com a presença de outros membros da diretoria, o papel da atividade agrícola na preservação ambiental foi destacado por Lucas Costa Beber, vice-presidente da Aprosoja-MT.

“Um quarto da reserva de todo o país está dentro das propriedades rurais. Nós temos iniciativas, como o plantio direto, que é um grande sequestrador de carbono, que também preserva o solo e as nossas nascentes. A agricultura brasileira é um exemplo que contribui para o sequestro de carbono e não para o aquecimento global”, reforça o dirigente.

Outro ponto abordado no encontro foi a importância do Convênio 100 no custo de produção. Para Galvan, os impostos cobrados nos insumos para a produção de alimentos refletem no preço pago pelo consumidor final.

Já Bartolomeu Braz, ex-presidente da Aprosoja Brasil, disse que a manutenção do Convênio 100 é importante para a produção de alimentos. “Vejo isso como um dos objetivos da nova diretoria. Vamos defender o convênio para que se tenha uma igualdade na questão dos tributos em todos os estados”, finaliza.

Fonte: Canal Rural - Agricultura

Tags: nova produção aprosoja convênio diretoria

Leia a notícia inteira