Os chifres indicam quantas crias a vaca teve

2 meses atrás 55 visualizações
LinkedIn

Por

Os chifres crescem a vida toda do bovino. Neles podemos ver as marcas da vida referentes à fisiologia da vaca, quando ela acumulou nutrientes na fase de intervalo entre partos ou quando ela removeu reservas do corpo, durante o final da gestação e da amamentação do bezerro.

Através do chifre é possível fazer uma leitura de quantos partos a vaca teve e se houve algum intervalo entre partos mais longos ou mais curtos.

Podemos observar uma pequena depressão , um sulco na forma de um anel, no chifre, que representa a parição e a amamentação. Depois, ocorre o crescimento normal que, quando é mais longo, indica que o intervalo entre partos foi mais longo.

Durante a vida reprodutiva da vaca, há épocas em que o organismo acumula nutrientes, por exemplo, durante a gestação, quando se depositam minerais nos ossos e chifres, acumulam gordura na maçã do peito, etc.

Quando ocorre a parição, a vaca metaboliza os minerais e as gorduras que foram acumuladas durante a gestação. Esse consumo de reservas forma marcas de depressão nos chifres, que podem ser identificadas como as fases reprodutivas.

Reprodução parcial  de conteúdo extraído do livro
“Nelore e outros zebuínos” 
de autoria de Paulo Pereira Lima e Maria Lúcia Pereira Lima

Fonte: Animal Business Brasil

Tags: intervalo vaca gestação chifres partos

Leia a notícia inteira