Ociosidade de plantas frigoríficas em Mato Grosso cai em março em relação a fevereiro

3 dias atrás 25 visualizações
LinkedIn

Por

A ociosidade das plantas frigoríficas que abatem bovinos em Mato Grosso caiu no mês de março, fechando na média de 65,08%, com recuo de 9,35% em relação ao mês anterior. Ou seja, do total da capacidade instalada no estado, apenas o percentual acima foi utilizado, segundo o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Em seu boletim semanal, a entidade relatou que, além de o mês apresentar a maior quantidade de dias trabalhados, o abate total de animais caiu 1,30%, totalizando 342.550 cabeças – cenário influenciado pela oferta restrita de animais e que dificultou até mesmo a composição das escalas de abate nas indústrias.

As regiões que mais colaboraram para esse quadro foram a médio-norte e a centro-sul, que registraram quedas de 24,99% e 17%, respectivamente, na utilização dos frigoríficos.

“Somado a isso, cerca de 83% das indústrias estiveram em funcionamento no estado e resultaram em 48,92% da utilização em operação, indicador -5,24% menor que o registrado no mês anterior”, indicou o Imea. “Sendo assim, para abril de 2021, espera-se que a oferta aumente por conta da proximidade da seca”.

Fonte: Broadcast Agro

Equipe SNA

Fonte: Animal Business Brasil

Tags: plantas oferta animais ociosidade caiu

Leia a notícia inteira