Milho sobe mais de 2% em Chicago no último pregão da semana

1 mês atrás 57 visualizações
LinkedIn

O preço do milho negociado na Bolsa de Chicago disparou nesta sexta-feira, 5. De acordo com a consultoria Safras & Mercado, os vencimentos mais recentes subiram mais de 2% no pregão.

Segundo analistas, o cereal foi impulsionado pelo indicativo de um possível corte nos estoques finais da safra norte-americana e mundial 2020/2021, que poderá ser confirmado no relatório de oferta e demanda de março do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), na próxima semana.

SC quer investir em cereais de inverno para reduzir dependência do milho

Ainda de acordo com a Safras & Mercado,  indicativo de clima seco na Argentina, prejudicando as lavouras, também garantiu suporte ao mercado futuro.

Os contratos de milho com entrega em maio de 2021 fecharam a US$ 5,45 por bushel, alta de 13 centavos de dólar, ou 2,44%, em relação ao fechamento anterior. Já a posição julho de 2021 fechou a sessão a US$ 5,34 por bushel, ganho de 11,50 centavos de dólar, ou 2,2%, no mesmo comparativo.

No acumulado desta semana, no entanto, a posição maio acumulou desvalorização de 0,37%.

Fonte: Canal Rural - Agricultura

Tags: mercado milho bushel safras indicativo

Leia a notícia inteira