Milho: atraso no plantio e seca devem causar perda de 30% na produtividade em GO

3 meses atrás 92 visualizações
LinkedIn

Neste quinta-feira, 20, às 20h, acontecerá a live Mais Milho, e o tema desta semana será a visão do produtor sobre a safra 2021. Se por um lado o bom preço anima o setor, por outro, a preocupação com a falta de chuva e produtividade cria um alerta.

Em Goiás, o cenário incerto já preocupa produtores. De acordo com Adriano Barzotto, presidente da Aprosoja Goiás, a estimativa é que o estado tenha redução de 30% na produtividade. “A cada dia sem chuva em áreas secas, as perdas só aumentam. Se a chuva não chegar até o próximo fim de semana, mesmo que em baixo volume, o cenário vai ficar ainda pior”, lamenta.

Foto: Aprosoja-GO/Divulgação

Além disso, diante das dificuldades, já tem produtor pensando como reutilizar o cereal para cobrir uma parcela dos custos de produção. ” O produtor que notar que esse milho não vai ter potencial produtivo pra grãos, vai tentar aproveitar para silagem ou rolagem para a próxima safra de soja. Mas estamos pedindo paciência ao produtor, porque é preciso ter cautela e acompanhar o desenvolvimento. Por menor que seja esse volume, com o preço do milho em alta, o produtor consegue lucrar, mesmo que minimamente.”

Foto: Aprosoja-GO/Divulgação

“Contudo, não podemos esquecer do produtor que vai sim colher mais de 100 sacas por hectares. Aquele produtor que plantou no inicio de fevereiro, que fez o tratamento de solo e que usou bons fertilizantes e insumos. Esse produtor tem o potencial preservado”, enfatiza o presidente da entidade.

Fonte: Canal Rural - Agricultura

Tags: produtividade milho vai produtor chuva

Leia a notícia inteira