Milho: áreas afetadas por geadas devem sofrer novamente com baixas temperaturas

2 meses atrás 45 visualizações
LinkedIn

A Aprosoja de Mato Grosso do Sul revisou a produção de milho de 8,2 milhões para 6,2 milhões de toneladas. A redução foi causada pelas perdas com as geadas no estado e a apreensão agora fica por conta da nova onda de frio prevista para o fim da primeira quinzena de julho e início da segunda.

“Há expectativa de geadas fracas em áreas que já foram afetadas do sul de Mato Grosso do Sul, parte de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, que podem prejudicar o milho mais uma vez”, diz Maria Clara Sassaki, da Somar Meteorologia.

Meteorologia alerta para ganho de intensidade em onda de frio prevista para o fim do mês

Nesta sexta-feira, 9, condições favoráveis, como temperatura baixa, ventos calmos e umidade alta, trazem formação de névoa. A massa de ar seco ainda é o grande destaque da semana, deixando o tempo estável, praticamente sem nebulosidade, com grande amplitude térmica e tardes secas.

No Centro-Oeste, valores abaixo de 20% devem ser registrados. Além disso, o tempo seco favorece o aumento no número de focos de queimadas. Quanto à chuva, entre Salvador e Natal, chuva mais frequente; no norte do Piauí e Ceará, chuvas passageiras e no Maranhão, chuva a qualquer momento.

Metade norte da região Norte com chuvas intercaladas com períodos de melhoria e sensação de tempo abafado. Chuva mais volumosa na região prevista para o leste do Amapá e Roraima.

O fim de semana continua com a massa de ar seco em praticamente todo o Brasil. O destaque ainda é para formação de nevoeiro nas primeiras horas do dia no leste das regiões Sul e Sudeste. Tempo seco, com grande amplitude térmica e tardes com baixa umidade relativa do ar.

Chuvas pontuais no leste e norte do Nordeste e em partes da região norte, mas são chuvas rápidas intercaladas com períodos de sol. Só há possibilidade de mais nuvens e chuva nas áreas litorâneas do Norte e Nordeste e no extremo norte da região Norte. De forma geral, semana marcada por grande amplitude térmica; as tardes serão quentes e secas, com baixa umidade relativa do ar.

Fonte: Canal Rural - Agricultura

Tags: tempo grande sul norte chuva

Leia a notícia inteira