Maratona tecnológica busca soluções para problemas de mobilidade urbana

1 mês atrás 321 visualizações
LinkedIn

Maratona tecnológica busca soluções para problemas de mobilidade urbana Competição organizada pela Escola de Engenharia de São Carlos da USP recebe inscrições de interessados maiores de 18 anos até amanhã (imagem: divulgação)

02 de setembro de 2021

Agência FAPESP – Com o objetivo de contribuir para melhorar a mobilidade urbana, a SancaThon, maratona tecnológica realizada pela Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo (EESC-USP), convida interessados de todo o Brasil, maiores de 18 anos, para a edição de 2021 do evento. Os participantes serão desafiados a criar, em apenas 72 horas, novos produtos, serviços, modelos de negócio e tecnologias para a área.

A competição será realizada entre os dias 10 e 12 de setembro de 2021 e terá como tema “Como podemos ajudar a desenvolver o transporte coletivo em pequenas e médias cidades, criando novas realidades para a mobilidade urbana?”

As inscrições podem ser feitas até amanhã (03/09) pelo site da maratona. O evento é totalmente gratuito e, devido à pandemia, será realizado de forma remota. Não há limite de vagas.

Para participar, é preciso ter conhecimento em alguma das seguintes áreas: negócios, desenvolvimento tecnológico ou design/UI/UX. As inscrições são realizadas de forma individual, mas para a maratona será exigida a formação de um time que tenha entre três e seis integrantes, com pelo menos um participante de cada área citada.

Os grupos poderão ser formados antecipadamente, mas não é uma regra, porque entre os dias 6 e 9 de setembro ocorrerá uma semana de encontros, feita pela plataforma Discord, onde quem ainda não tiver um time poderá conhecer novos colegas e formar uma equipe.

Na mesma semana, do dia 6 ao 8, os participantes também terão acesso a materiais e mentorias sobre negócios, programação, design, experiência do usuário, marketing e mobilidade urbana. O objetivo é introduzir técnicas sobre as habilidades exigidas dos participantes, além de detalhes sobre o tema da competição e a dinâmica do mercado, tudo para facilitar o desenvolvimento de ideias que aliem tecnologia e empreendedorismo, levando em consideração os novos comportamentos do consumidor nos últimos anos.

Ao final do evento, as equipes deverão gravar um pitch de cinco minutos para apresentar a solução criada à banca avaliadora. Os projetos serão julgados com base em cinco critérios: apresentação; diferencial tecnológico e criatividade; aplicabilidade; negócio; e continuidade.

As melhores equipes serão contempladas com prêmios de R$ 2.500, para o primeiro lugar, R$ 1.000, para o segundo, e R$ 500, para o terceiro. Os times também poderão ser indicados a bancos de talentos dos parceiros da competição, além de concorrerem a premiações futuras.

Mais informações: www.sancathon.com.br/.
 

  Republicar

Fonte: Agência FAPESP

Tags: competição urbana participantes mobilidade maratona

Leia a notícia inteira