Daoud: Não adianta emprestar dinheiro ao produtor com altas taxas de juros

1 mês atrás 52 visualizações
LinkedIn

A Caixa Econômica Federal vai disponibilizar R$ 15 bilhões em crédito para o agronegócio. O anúncio foi feito nesta quinta-feira, 6, pelo presidente do banco, Pedro Guimarães, durante live do presidente Jair Bolsonaro. Guimarães enfatiza que, pela primeira vez, a Caixa vai fazer parte do Plano Safra, tendo um papel relevante na agricultura. O banco pretende focar nos pequenos produtores através do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

Bolsonaro vai participar de manifestação de produtores rurais no dia 15

Para o comentarista do Canal Rural Miguel Daoud, os grandes bancos devem avaliar as taxas de juros para favorecer os pequenos produtores. “Não adianta emprestar dinheiro ao produtor com as taxas de juros elevadas. Existem produtores que mesmo com juros negativo, não conseguem rentabilidade devido à alta dos custos de produção”, pontua.

“Grande parte dos alimentos que chegam em nossas mesas vem da pequena propriedade, que tem um papel essencial na segurança alimentar. Portanto, é muito importante que o presidente da Caixa dê essa prioridade ao pequeno produtor”, ressalta o comentarista.

Daoud ainda avalia positivamente o anúncio da Caixa Econômica Federal ao disponibilizar o crédito para o agronegócio. “É muito bem visto este prêmio para o produtor rural. É uma estratégia de financiamento para o pequeno e médio produtor que tanto merece”, conclui.

Fonte: Canal Rural - Agricultura

Tags: caixa produtor produtores daoud juros

Leia a notícia inteira