Covestro anuncia aumento de 35% nos volumes principais de vendas

1 mês atrás 135 visualizações
LinkedIn

/ / Publicado em Destaque-2

No segundo trimestre de 2021, a Covestro beneficiou-se de uma forte recuperação na demanda global em comparação com o 2º trimestre de 2020, que teve resultados baixos por conta da pandemia de coronavírus.

A área de Resinas & Materiais Funcionais (RFM), adquirida da DSM com vigência a partir de 1º de abril de 2021, também impulsionou e o Grupo teve alta significativa nos volumes principais de vendas, de 35% em relação ao ano anterior, dos quais cerca de 10% podem ser atribuídos à consolidação inicial dos negócios da RFM.

A empresa divulga também que as interrupções não planejadas na produção nos Estados Unidos por razões climáticas e falta de matérias-primas impactaram negativamente a disponibilidade dos produtos, limitando, inclusive, o potencial de crescimento de todos os segmentos no segundo trimestre de 2021. Além do crescimento dos volumes, os preços de venda substancialmente mais altos provocaram um aumento de comercialização de 83,5%, na relação com o ano anterior, chegando a mais de 3,9 bilhões de euros. Como resultado do crescimento de volumes e do aumento geral das margens, o EBITDA subiu para 817 milhões de euros (ano anterior: 125 milhões de euros). De acordo com a Covestro, esse resultado também inclui efeitos negativos isolados de 35 milhões, ligados à consolidação da RFM. A receita líquida no segundo trimestre de 2021 foi de 449 milhões de euros (ano anterior: -52 milhões de euros), e o fluxo de caixa operacional livre (FOCF) cresceu significativamente para 374 milhões de euros (ano anterior: 24 milhões de euros).

“No segundo trimestre, pudemos seguir perfeitamente no curso positivo que os negócios tiveram no primeiro trimestre. A reorganização da nossa empresa desde 1º de julho também nos coloca mais próximos dos nossos clientes e em posição ideal para atender requisitos específicos do mercado”, afirma Markus Steilemann, CEO da Covestro. “Estamos iniciando o segundo semestre do ano com grande fôlego e continuaremos a todo vapor na concretização da nossa visão de nos tornarmos totalmente circulares”.

Fonte: Tintas & Vernizes

Tags: milhões covestro euros volumes trimestre

Leia a notícia inteira