CFN vai à Câmara debater uso de símbolo “isento de glúten” em embalagens

1 mês atrás 258 visualizações
LinkedIn

O perfil de consumo da população brasileira está mudando e com isso, promove transformações no ‘food service’, ou seja, bares, restaurantes e lanchonetes. Um estudo realizado em fevereiro de 2021 pela consultoria Inteligência em Pesquisa e Consultoria (IPEC), encomendado pela Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), mostrou que um terço dos brasileiros já escolhe opções veganas nos cardápios de restaurantes e lanchonetes e que 46% dos brasileiros, por vontade própria, já não consomem carne ao menos uma vez na semana. Esses resultados refletem que, além da população vegetariana, há um crescimento expressivo da parcela da população que busca reduzir o consumo de carnes e derivados por um ou mais dias na semana, optando por opções veganas ou vegetarianas.

Segundo Ricardo Laurino, presidente da SVB, parte dessa taxa de 46% reflete os milhões de adeptos da ‘Segunda Sem Carne (SSC)’, movimento que existe no Brasil desde 2009, sendo que o Brasil é reconhecido por ter “a maior SSC do mundo” – presente em refeitórios corporativos, escolas particulares e públicas, restaurantes e outras organizações.

O food service se adapta a esse movimento

Para atender os consumidores, o número de estabelecimentos do food service oferta opções vegetarianas e veganas vêm aumentando rapidamente. Para auxiliar os adeptos a encontrarem restaurantes, bares e outros locais com pratos sem carne e derivados, a SVB tem um mapa que mostra milhares de endereços oferecem boas opções veganas (www.ondetemopcaovegana.com.br). Batizado de ‘Onde Tem Opção Vegana’, o recurso reúne mais de 3,2 mil estabelecimentos no Brasil.

Mônica Buava, diretora executiva da SVB, salienta que a inclusão de mais opções sem carne e derivados no cardápio dos restaurantes é uma forma de atrair um grande número de clientes engajados com o vegetarianismo, flexitarianismo e veganismo, além de contribuir com a redução de custos dos insumos utilizados no preparo dos pratos. Ainda, Mônica ressalta que a para incluir pratos plant-based no cardápio não é necessário investir em novos equipamentos ou técnicas, mas optar por combinações tradicionais, utilizando ingredientes facilmente disponíveis no restaurante.

Fonte: Food Connection

Fonte: Revista Nutri Online

Tags: opções svb food restaurantes carne

Leia a notícia inteira